19 de maio de 2011

Sua comida predileta !!!

Que já não abriu as páginas da Revista Gula, e leu lá:

O que você comeu que não esquece?
Pois é todo mês é a mesma coisa.
E raríssimas são as vezes que alguém diz alguma coisa simples.
Esse mês que falou de um café da manhã simples foi Mara Salles, quando esteve em Boipeba.
Mas deixa claro que, o suco de manga fresco, o pão amanhecido e outras coisinhas era tudo que eles tinham.
Tá legal, ok.
Os outros falam ( de várias edições) do sjheuhydfbsd que comeram na viagem a wiwydh b e ai por diante.
Que tal falarmos um pouco da nosso memória, da comida que nos fez ou faz feliz?
Seja café da manhã, almoço, lanche não importa.
Se você quiser comentar sobre sua refeição que pegou mesmo sua memória e você até hoje recorda, deixe um comentário.
Vai ser legal conhecer o gosto e a memória de cada um.

7 comentários:

Nostra Cuccina disse...

adorei o post! acho otimo esta coisa de memoria do paladar...quantas vezes uma comida me remete a momentos felizes...sabor de quero voltar la!
Parece simples, mas morro de saudade das feijoadas que minha mãe fazia nos domingos frios, com a caipirinha da minha irmã...e o ecoar das risadas , pelas piadas contadas, por tios que já se foram!
Obrigada por me levar a um tempo tão suave da minha vida!

Andréa Potsch disse...

Com certeza os sabores que não vou esquecer jamais são os da minha infância e feitos com muito carinho pela minha avó e minha bisa que já se foram: a bala de damasco, o amanteigado do bolo de laranja, o biscoito de polivlho mineiro cheio de banha, o canudinho de coco, o sanduíche de Minas que era feito quando eu chegava... Quitutes mil que nunca mais terão o mesmo sabor! Viajei no tempo!
bjs

Carla Maicá disse...

Eu gosto de tudo e definir minha "comida predileta" é algo que realmente não consigo fazer. Porém, tem algo que eu valorizo mesmo: arroz, feijão e um bifinho acebolado. Se for de fígado, melhor ainda. Arroz e feijão é algo que sempre comi mas que a cada dia que passa como menos. Então, tem dias que já acordo pensando: Hoje vou comer arroz-feijão! Arroz branquinho e feijão novinho, bem temperado, não tem preço....rs. Bjos.

Dirlene D'Addio disse...

Ahh tenho muita saudades do tempero da minha mãe...Mas em especial da beringela a parmegiana. Uma delícia!

Romaine Carelli disse...

Delicioso comentário recebido por e-mail da @_Sweet_irony_

Quando penso nas coisas mais deliciosas que ja comi,meus pensamentos
me trazem logo uma imagem : Um velho semi-careca cozinhando com alegria!
Tudo o que meu pai faz na cozinha é maravilhoso!
O feijão,a costela no bafo,a carne assada de panela e o vatapá...Não são pratos sofisticados
com dezenas de consoantes nos nomes mas são comidas que além de serem deliciosas e feitas com carinho
me lembram de momentos felizes. É lindo ver a empolgação dele quando todos aprovam seus feitos culinários.
A segunda lembrança mais importante do meu paladar,é a casa da vovó...Sem dúvida 90% das pessoas associam
paladar a casa da vovó. Eram feitas viagens longas até chegarmos naquele interior maravilhoso.
A vista da sala era um rio largo e espelhado, de onde eram tirados os peixes e jogados direto na brasa.
comidos apenas com limão,sal,farinha d'agua e molho de tucupí com pimenta.
Ela sempre mandava preparar o leitão na brasa e o regional açaí. Suco de frutas tiradas do pé,bolo de fubá quentinho
de manhã...hummm e a tapioquinha? eu e meus 300 primos saíamos nos tapas pelas tapioquinhas da vovó!
Depois de banharmos a tarde inteira no rio...aquela negra de sorriso angelical e lonço na cabeça nos esperava de
braços abertos com um bolo gigante,um café quentinho no bule e muito amor no coração...aaah a negra vovó!
Isso sim são lembranças deliciosas,literalmente !

simone disse...

Nos natais da minha infância, nos reuníamos na casa de minha avó, que teve "apenas" 17 filhos. 12 eram vivos, então era uma galera festiva, e eu criança achava tudo bonito. O cheiro do pernil assado nunca esquecerei. Mas o hit era uma sopa de grão-de-bico. Filha de espanhóis, ela caprichava no que era uma espécie de feijoada sem feijões rsrs, cheia de carnes boas. Recentemente, no curso de espanhol, aprendi que o tal putchero é uma comida popular na espanha, mas para nós era um prato esperado durante todo o ano. Saudade.

ligolba disse...

churros em poa

Postar um comentário

Deguste!!! Fique a vontade. Mas evite comentários ofensivos, não use palavrões. Esse espaço é de alegria.