19 de janeiro de 2010

Arroz Doce de São Sebastião


Desde que me conheço por gente, São Sebastião mora dentro do meu coração. Devota assumida. Ganhei num remoto aniversário meu um livro de Santas Receitas adorei.
Então como é dia do querido Tiãozinho amanhã, conto a história e dou a receita. São Sebastião, é padroeiro dos atletas e soldados.
Protege contra as injustiças, abusos de poder, torturas e epidemias.

É invocado contra as pestes, doenças contagiosas, guerra, todo tipo de violência, protetor dos presidiários, ele também foi um deles.
Nascido em Narbonne na França e estudaou em Milão, corajoso e guerreiro, foi chefe da guarda pessoal dos imperadores Diocleciano e Maximiliano, que confiavam totalmente nele.
Mas "Tião" é assim que o chamo, usava o traje militar como um disfarçe, para aquilo que ele via como sua verdadeira missão: proteger os cristãos, que foram perseguidos implacavelmente em Roma, e despertar o amor de Deus nos corações.
Assim, pouco a pouco foi convertendo os soldados, prisioneiros, nobres e plebeus, e até mesmo ateus e pagãos.
Fez milagres é claro, um dos mais famosos, foi o de Zoé, mulher de Nicostrato, o carcereiro dos santos.
Ela se ajoelhou diante de Sebastião e , como era muda, implorou através de gestos por sua cura e também pelo perdão do marido, que era obrigado a maltratar os prisioneiros.
Ele, então fez o sinal da cruz sobre sua boca e Zoé começou a falar.
Emocionado, Nicostrato libertou os mártires, inclusive os gemeos Marceliano e Marcos que seriam decapitados, mas eles se negaram a fugir, preferindo morrer em nome de Cristo.
Sebastião os apoiou dizendo:
"Nada temas, vocês não serão separados. Irão para o Céu preparar moradas de deslumbrante beleza para todos aqueles que vocês amam."
Como suas pregrações e milagre se espalhavam entre os critãos e também entre os infiéis, Sebastião acabou denunciado a Diocleciano.
O imperador sentiu-se traído, mas como nutria estima por Sebastião, resolveu dar-lhe uma chance.
Ofereceu-lhe dinheiro, o que foi inútil.
Num ataque de fúria Diocleciano sentenciou: "Você agiu em segredo conta mim e insulta meus deuses. Então está condenado à morte." No que Sebastião respondeu: "è pela conservação do império romano que sempre adorei o Deus que está no céu."
Depois disso, foi levado para o campo, despido, amarrado a uma arvore, teve o corpo perfurado por dezenas de flechas.
Os arqueiros só foram embora com a certeza de que ele estava morto.

Mas ele sobreviveu e foi encontrado por uma viúva, chamada Irene, que retirou as flechas e curou suas feridas.

Recuperado, Sebastião não pensou em fugir. Foi direto para as escadarias do Palácio, onde diante do imperador, incrédulo com o que ouvia, disse: " O Senhor restitui-me a vida, para que eu mostrasse a vocês a crueldade que cometem contra os cristãos".
Imediatamente Diocleciano voltou a condená-lo à morte, desta vez de forma mais cruel ainda: a pauladas e boladas de chumbo.
Além disso mandou que seu corpo fosse jogado em uma vala profunda para que os cristãos não pudessem achá-lo e sepultá-lo.

O dia era 20 de janeiro de 288.

Existem duas versões.
1ª - Diz que a piedosa mulher de nome Luciana, o encontrou e mandou-o para uma catacumba.

2ª - Que o espírito de São Sebastião apareceu para Santa Lúcia, e revelou onde estava seu corpo e pediu para sepulta'lo e assim foi feito.

Eu acredito na segunda versao.


Receita-

Voce vai precisar de
230 g de arroz lavado

700 ml de leite
6 gemas
150 g de acucar

1 lata de leite condensado
70 g de manteiga

casca de limao

canela para polvilhar


Preparo

Cozinhe o arroz em água com a casa de limao cortada bem fininha e a manteiga.
Quando estiver bem cozido, retire do fogo e adicione o leite quente, o leite condensado e o acucar. Misture. Leve novamente ao fogo até incorporar. Tire do fogo deixe esfriar e junte as gemas batidas. Leve novamente ao fogo ate que elas estejam cozidas. coloque em uma travessa e polvilhe canela. Aproveite e faca sua oracao, pedindo cura e docura.

Aproveite as claras e faca suspiro

3 comentários:

Figos & Funghis disse...

Romaine, muito boa sua receita de arroz doce! Vou testá-la.
Bjinhos

Romaine Carelli disse...

Teste e não se arrependerá é boa...

Chef Cris Leite disse...

Chef querida que São Sebastião ilumine seu caminho e abençoe seu talento!!! Obrigada por mais essa receita porreta! Bjs temperados Cris Leite

Postar um comentário

Deguste!!! Fique a vontade. Mas evite comentários ofensivos, não use palavrões. Esse espaço é de alegria.