17 de agosto de 2010

É bom e é Rio de Janeiro

Estou desde o dia 07 de agosto digerindo uma matéria que li no Caderno Rio Show, onde Luciana Fróes assina as matérias.
Pensei, pensei, escrevi um e-mail, mas não adianta, semana passada vi um video feito por ela que me deu outro entalo na garganta.
Dia 07/08 um amigo veio me mostrar o Caderno Rio Show, indignado com a matéria assinada por ela.
Na verdade ela queria falar da cuccina veramente italiana, e dos restaurantes italianos no Rio de Janeiro.
Até ai tudo bem, tudo certo.
Porém pra falar de alguns restaurantes que ela considera una vera cuccina italiana, ela desceu o malho em vários outros restaurantes, que segundo ela não podem ser veramente italianos.
Motivo:
Nordestinos e cearenses na cozinha.
Qual é o problema?
Cozinheiro tem na China no Japão, no Ceará em São Paulo em qualquer lugar.
Quer dizer que pra um restaurante ser "veramente italiano" tem que ter italianos na cozinha?
Todos os restaurantes franceses, tem francês na cozinha?
Sim pode ser o Chef ou mesmo o dono do restaurante, mas a equipe toda não é.
Achei de mau gosto, se queria elogiar uma meia dúzia de restaurantes fosse direto ao ponto.
Falasse deles, desse os nomes elogiasse e fim, mas não teve que começar a matéria falando dos nordestinos?
Não sou nordestina, e acho isso que segregar ou separar por raça, casta, religião seja o que for o fim da picada.
Como se não bastasse, ela gravou um vídeo que pode ser visto aqui, intitulado "Garimpo na Cadeg".
Ela anda pela Cadeg contando o que vê, e quando ela mostra uma loja, loja essa chamada Empório Quintana, ela solta a seguinte pérola:
"Olha só o Empório Quintana, olha que graça, parece uma casa de Ipanema"
Cara não é Ipanema.
É a Cadeg, é Benfica e é legal.
Não entendo essa mania que tudo pra ser bom e ser legal tem que ser Ipanema? Leblon?
O Rio de Janeiro tem muitas coisas legais em todos os lugares.
Tem o Mercadão de Madureira, que não é Ipanema, em Madureira temos a Portela.
Temos Vila Isabel, com seus bares esbanjando boemia, poesia e a aura de Noel por todo o bairro.
Temos a Tijuca, como inúmeras bares legais, o Otto, o Bar Tentação, Bar do Adão.
Na praça da Bandeira temos o Aconchego Carioca, o Rampinha.
Tem o centro do rio, quem nunca bateu perna no Saara?
Ali também tem otimos restaurantes.
E a feira de São Cristóvão? Nem preciso dizer.
Tem o Mercado do Peixe em Niterói.
Muita coisa legal por ai que se eu ficar enumerando a lista não para de crescer.
Não tenho nada contra a Luciana Fróes, já estivemos juntas em várias oportunidades, inclusive admiro o trabalho dela.
Mas pra falar de alguma coisa tem que criar comparativo?
Pra falar de restaurante italiano preciso falar mal de nordestinos?
O Rio de Janeiro não se resume a Ipanema e Leblon.
É bom é Rio de Janeiro, e o Rio está em todos os bairros.

7 comentários:

Horacio Camilo Banchero disse...

Amiga a Luciana é imprensa marron ela só fala bem para quem dá $$$$$$$

Claudia Holanda disse...

Então, se for pelo raciocínio da Luciana, o Rio não tem cozinha internacional boa ou original, pois os restaurantes estão lotados e cozinheiros nordestinos, muitos ótimos , aliás. Uma pena esse comentário dela...
eu que achava que ela fosse mais cabeça fresca

Também conhecido por mr_mal. disse...

Um dos restaurantes Italianos mais aclamados de Sampa durante décadas teve também o Maître mais querido da cidade por 20 anos. Ático - um cearense. E o restaurante, outrora, era referencia em culinária italiana no Brasil.

Romaine Carelli disse...

Pois é Claudinha e Mal, é lamentável observar essas comentários preconceituosos.

Foureaux disse...

Tem tempo que estou pra te dizer que eu adoro ler seus "Buzz"...e, particularmente, você está de parabéns Romaine!
Objetiva, com assuntos e abordagens sempre interessantes, de bom gosto...e claro, especialmente habilidosa na arte de escrever! Como chef e gourmet, sem comentários!!!
Sucesso sempre!
Bj

Claudia Holanda disse...

Romaine, manda teu comentário pro blog dela, é até um toque pra ela. Ela responde.

"Suzana em construção" disse...

Romaine, em 1º lugar quero parabenizá-la pelo seu fantástico blog, eu não tenho um, mas criarei coragem um dia pra ter...quanto ao comentário lamentável e preconceituoso da Luciana é uma pena que existam pessoas assim, eu sou nordestina e moro no sudeste e sei bem o que é isso, mas ainda bem que existem muitas pessoas que(que bom!!)pensam bemmm diferente dela isso me da um certo alívio. Eu amo a culinária nodestina, principalmente a do Maranhão que é minha terra amada. Seu blog esté entre os meus favoritos. Parabéns!!!

Postar um comentário

Deguste!!! Fique a vontade. Mas evite comentários ofensivos, não use palavrões. Esse espaço é de alegria.